Artigos

Mude a decoração restaurando ou reformando móveis antigos

Saiba como é possível renovar os móveis da sua casa sem comprar peças novas

Quase todo mundo tem em casa um móvel que precisa ser trocado, seja porque já enjoou da peça, por estar velha e desgastada ou não combinar mais com a decoração. Comprar móveis novos é, muitas vezes, a primeira e única opção em que se pensa, mas há alternativas que trazem ótimos resultados e pesam bem menos no orçamento.

Se o motivo para querer trocar a peça for porque o dono cansou de sua aparência ou quer mudar o estilo da decoração, é possível conseguir um excelente resultado fazendo apenas uma reforma no móvel. ''Há diversas maneiras de transformar uma peça e deixá-la como nova: podemos repintar, trocar puxadores, estampar com adesivo, tecidos modernos ou deixá-la no estilo vintage'', explica Adriana Victorelli, arquiteta do escritório Neo Arq. E não são somente os itens mais comuns, como armários, camas e racks que podem ser renovados: ''Já reformei poltronas, aparadores, criados-mudos e até um aparelho de som antigo'', completa ela.

Nos casos em que o móvel é bonito e está dentro do estilo da decoração, porém precisa ser mudado porque está desgastado, sujo ou desbotado, a restauração é a escolha ideal para não precisar substituí-lo. ''Essa técnica resgata as características originais da peça e restaura o acabamento do móvel'', esclarece a arquiteta.

A restauração é ideal também para quem tem um móvel que herdou da família ou uma peça que está guardada e pode fazer a diferença na decoração se recuperada. É importante saber qual o seu acabamento original antes de modificá-lo e qual a melhor forma de limpá-lo. Procurar um arquiteto para realizar o trabalho garante que o processo não tenha erros e o resultado seja satisfatório, principalmente se o item tiver valor sentimental para seu dono e necessitar de cuidados especiais.


Fonte: Race Comunicação