Artigos

Arquitetura a serviço da economia

Com algumas mudanças simples é possível deixar a conta de luz mais barata e a casa mais sustentável. Dá para economizar sem abrir mão da beleza e conforto com a ajuda da arquitetura e decoração

Ano novo, tarifas novas. A partir de agora os brasileiros vão pagar mais caro pela conta de luz. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o valor da energia elétrica chega ao seu patamar mais alto em todo o país neste mês de janeiro. O reajuste é de três reais para cada 100 quilowatts-hora gasto pelo consumidor.

O início do ano é, historicamente, um período em que os brasileiros gastam mais por causa de contas extras como material escolar, IPTU, IPVA e outros compromissos. Por isso, qualquer economia vale muito e alivia o bolso. Para ajudar, a arquiteta Ana Lívia Werdine dá boas dicas de como diminuir os custos com energia durante todo o ano por meio de recursos de arquitetura e decoração.

“A utilização de lâmpadas que consomem menos energia, como as de LED, é uma boa opção. São lâmpadas mais caras, porém, o investimento inicial mais alto é compensado mensalmente na conta mais enxuta. Outra sugestão são sensores de presença. Eles evitam que as lâmpadas fiquem acesas quando não há ninguém nos ambientes”, conta Ana Lívia.

Outras ações simples podem contribuir bastante também. “Pintar os ambientes de cor clara, de preferência o branco, ajuda muito. As cores claras refletem mais luz. Assim, o ambiente permanece mais tempo sem necessidade de luz artificial. A utilização estratégica de espelhos e dimmers, que controlam a intensidade da luz, também são bem-vindos”, ensina a profissional.

Outro recurso que dá certo é aproveitar ao máximo a incidência de luz natural. “A construção de mais janelas e que permitam a ventilação cruzada, arejando o ambiente naturalmente, faz com que a necessidade de luz artificial seja menor, assim como o uso do ar condicionado, vilão da conta de luz”, ressalta Ana Lívia.

A automação, que permite que com um único comando seja possível apagar todas as luzes, fechar as cortinas e gerenciar a parte de segurança da casa, por exemplo, também é uma aliada nesse processo de economia de energia elétrica. “A automação e o posicionamento correto de three ways também permitem um uso mais inteligente da iluminação e, por isso, reduzem custos”, explica a arquiteta.

Com tantas opções simples e eficazes, mesmo com o aumento na conta de luz, dá para economizar. “Todos estes recursos, além de reduzirem gastos na conta, são ecologicamente corretos, ou seja, não agridem a natureza”, encerra Ana Lívia.

 

Fotos: Henrique Queiroga


As cores claras refletem mais luz o que permite que os ambientes permaneçam por mais tempo sem necessidade de luz artificial

 


​A construção de mais janelas permite iluminar e arejar o ambiente naturalmente reduzindo o consumo de luz artificial e também de ar condicionado

 


​Lâmpadas de LED consomem menos energia e , apesar de mais caras, o investimento inicial mais alto é compensado mensalmente na conta mais enxuta

Fonte: MÃO DUPLA COMUNICAÇÃO