Cursos

SH Formas capacita jovens para o setor de construção civil

Parceria com Senai e Votorantim vai capacitar gratuitamente 60 jovens

A SH Formas em parceria com a Votorantim e o Senai levam à Bahia o projeto Escola Móvel para Inovação da Construção Civil, que será inaugurado durante a feira Construir Bahia, no dia 12 de setembro. O projeto conta com cursos de Montagem de Formas e Escoramentos Industrializados para Estruturas de Concreto; Aperfeiçoamento no Uso e Aplicação de Argamassa Industrializada e Alvenaria Racionalizada. A carga horária é de 16 a 20 horas.

O projeto piloto, que funcionará em obras previamente selecionadas pelas empresas parceiras, capacitará os jovens em um caminhão totalmente adaptado para funcionar como uma escola móvel. O espaço será dividido internamente em três ambientes: sala de aula para 20 alunos, biblioteca e local para guardar material utilizado nas aulas e equipamentos de segurança (EPIs). O caminhão também conta com um toldo, que possibilita que as aulas práticas aconteçam na área externa.

O Projeto Escola Móvel para Inovação da Construção Civil tem como participantes os Departamentos Regionais da Bahia que é o Gestor do Projeto, Senai Rondônia, Senai Ceará e parceiros, as empresas Votorantim e SH Formas, que disponibilizam materiais e equipamentos para a realização dos cursos.

Dados do setor de construção civil na Bahia

De acordo com dados do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA), a construção civil baiana acompanha a expansão do setor em todo o país. Em 2010, o PIB do setor no estado cresceu 14,6%. Já em 2011, o crescimento foi de 6%.

Segundo dados do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em 2011, o número de vagas formais de trabalho na Bahia foi igual a 77.650, sendo a participação da construção civil de 11,4%. O número de vagas formais da construção civil na Bahia em 2011 totalizou 8.823.

O município de Salvador foi responsável pela geração de 4.503 vagas formais de trabalho do setor da construção civil em 2011. Na Região Metropolitana, em 2011, foram criadas 6.381 vagas formais de trabalho no setor.

De acordo com a Rais, (Relação Anual de Informações Sociais) o emprego formal do setor da construção civil na Bahia vem em ascensão nos últimos dez anos (+154,4%). As mudanças na economia favoreceram esse crescimento. A partir de 2004 houve uma aceleração no crescimento do PIB e com isso o crescimento do emprego formal. De 2000 a 2003, o estoque de trabalhadores da construção civil na Bahia se manteve estável, com uma leve redução. Já no período de 2004 a 2008 é possível verificar um crescimento desse número, que nos dois anos seguintes (2009 e 2010) foi ainda maior.

Pesquisa realizada pela Ademi-BA diz que em Salvador, no ano de 2011, o número de lançamentos foi de 12.944 novas unidades habitacionais e foram comercializadas 9.931 unidades.

Já o valor total de financiamentos imobiliários (construção e aquisição), com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), foi de R$ 2,3 bilhão, em 2010. Em 2011, esse valor foi de R$ 3,5 bilhões. A Bahia foi o estado que teve maior participação (34,1%) do total de financiamentos imobiliários no Nordeste em 2010. Em relação ao Brasil, sua participação foi de 4,1%. Já em 2011, sua participação em relação ao Nordeste foi de 34,7% e 4,4% em relação ao Brasil.

Fonte: RPM Comunicação