Notícias

Tons clássicos da arquiteta Marilia Caetano na Mostra Artefacto

A arquiteta Marilia Caetano celebra a sua segunda participação na Mostra Artefacto Beach & Country, mostrando ao público que é possível produzir um ambiente urbano a partir de tons sóbrios e clássicos

O desafio foi misturar tons de grafite, areia, fendi e crus, que aparecem em todo o ambiente numa bela composição. Para isso, a arquiteta apostou na mistura de texturas nos móveis e revestimentos, na interferência de tons de vermelho e toques étnicos e contemporâneos. Em meio aos móveis da linha Artefacto, a arquiteta aposta em peças de diferentes etnias , como a poltrona chinesa Quartz, a banqueta asiática Tappo e o espelho indiano Samantha.

Os tons sóbrios de areia e fendi são o destaque do ambiente em contraposição com cores e obras assinadas , como a foto de Aldolfo Lerner e quadro de Adriana Banfi, que oferece cor ao ambiente.
A diversidade de texturas aparece nos móveis, onde linho e seda convivem em harmonia perfeita. O linho foi escolhido para o sofá e bancos da sala de jantar, onde as cadeiras foram revestidas em seda , que acompanha o tom e a textura de um dos papeis de parede da Wallpaper, que imita shantung de seda. Tendo em vista, tirar o máximo da mistura de tons sóbrios e texturas, outro papel da Wallpaper aparece no ambiente, com desenhos em tons que se equilibram com o tapete felpudo da marca Dom Daqui. Para o piso, a arquiteta optou pelo cimentício Basic Moka da Solarium, na cor grafite, também sóbria. A cortina foi confeccionada a partir de uma tela da própria Artefacto.

Para oferecer vida e cor, Marilia Caetano aposta ainda em uma seleção de plantas, que inclui suculentas e cactos, segunda ela “para acompanhar a proposta sobria do espaço”, assim como peças clássicas dispostas em estante de gesso, forrada com papel desenhada pela arquiteta para o ambiente.


Fonte: Oficina de Notícias